quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Orações subordinadas adverbiais 2 (clique no link para gabarito)

I
l. Transforme o adjunto adverbial em oração subordinada adverbial e classifique-a em seguida.

a. Não viajávamos devido à falta de dinheiro.
b. Os convidados retiraram-se ao término da festa
c. Ele estuda apesar da falta de recursos.
d. Devido à sua frágil saúde, não trabalhava.
e. As manifestações acalmaram-se com a chegada da polícia.
f. Os pilotos dispararam ao primeiro sinal.

2. Grife e classifique as orações subordinadas adverbiais.

a. A euforia da mãe era maior que a do filho vitorioso.
b. Todos compraram o jornal porque ele trazia a lista dos aprovados.
c. Como estivesse agitado, quebrou o copo e o prato.
d. Eu andava tão faminta como se não comesse há dias.
e. "Embora lhes custe acreditar, o visconde, em pessoa, tinha a sua taberna no centro da vila.”
f.. Se acabasse com aquelas fofocas, eu acreditaria na sua discrição.
g. Caminhavam cabisbaixos os dois irmãos como se carregassem a maior tristeza do mundo.
h. "Embora fosse talvez o estudante mais pobre, tomei a defesa dos fidalgotes.”
i. Os mendigos foram encaminhados ao albergue a fim de que ficassem protegidos do frio intenso.
j. Quando tocou a campainha, sentiu logo os passos pelo corredor.
l. Ventou tanto que as telhas caíram.
m. Se não somos donos de nós mesmos, então quem será?
n. À medida que íamos falando, mais o diretor se sentia envaidecido.
o. Tudo saiu conforme o previsto.
p. Visto que houvesse carência de informações, quase se desconheciam os riscos provocados pelas usinas nucleares.

3. Faça o mesmo:

a. “A fome obriga o bandido a deixar o mato, como obriga as aves a emigrarem...” (C. H. Cony)
b. Se a olhava quando fazia tricô, Amália errava o ponto.
c. Uma mangueira vive em média cem anos, desde que lhe deem condições ideais: espaço e podas técnicas. (Istoé)
d. Como eu ia dizendo, homem é fraco e mulher é forte, fortíssima. (A. Prado)
e. Conhecíamo-la, ainda que não tivéssemos encontros freqüentes. (M. Assis)
f. O crescimento do número de curandeiros foi tão grande na Alemanha Ocidental nos últimos anos, que já começa a causar sérias preocupações às autoridades.
g. Apesar de inimigos, os portugueses e tupinambás não deixavam de entrar em negócios.
h. Seu Lima ficou em minha vida como um símbolo.
i. Quando estou folgado, subo e desço as ruas da vizinhança, olhando os meninos no futebol. (A. Nogueira)
j. Ao chegar ao cercado, gritávamos, para que o velho se escondesse. (R. Queiroz)
l. A coisa foi tão inesperada que o juiz de paz olhou desconfiado para o filho. (Alcântara Machado)
m. O amor, a adoração, o culto das árvores são indiscutivelmente mais sábios que a atual fúria devastadora dos inimigos do verde. (Leitura)
n. Como não sou bobo, fiz eu mesma minhas malas.
o. Recife, como Paris, era uma festa. (Nosso Século)

4. As orações subordinadas adverbiais são introduzidas, em geral, por uma conjunção típica. Há conjunções, porém, que revelam diversos valores, dependendo do contexto. Explique o valor da conjunção destacada nos períodos abaixo.

a. Como a miséria era grande, um tostão a mais ou a menos não faria falta.
b. Eu saio desta casa como se saísse de um cativeiro.
c. O vendedor escondeu a mercadoria como pôde.
d. O imperador, como dissemos, ia no meio... (M. A. Almeida)
e. Como a multidão nos acotovelasse, convidei o Sr. Brito a tomar um aperitivo na Americana. (R. Couto)
f. Em dois dias, o coronel murchara como caqui fora do galho. (D. trevisan)
g. Somente um milagre, como quer Dona Dulce, pode mudar essa lei. (J. Amado)


GABARITO

1. 
a. Não viajávamos porque não tinha dinheiro.
O.S. ADV. CAUSAL
b. Os convidados retiraram-se quando terminou a festa.
O.S. ADV. TEMPORAL
c. Ele estuda embora lhe faltem recursos.
O.S. ADV. CONCESSIVA
d. Como sua saúde era frágil, não trabalhava.
O.S. ADV. CAUSAL
e. As manifestações acalmaram-se quando a polícia chegou.
O.S. ADV. TEMPORAL
f. Os pilotos dispararam assim que deram o primeiro sinal.
O.S. ADV. TEMPORAL

2. 
a. A euforia da mãe era maior que a do filho vitorioso.
O.S. ADV. COMPARATIVA
b. Todos compraram o jornal porque ele trazia a lista dos aprovados.
O.S. ADV. CAUSAL
c. Como estivesse agitado, quebrou o copo e o prato.
O.S. ADV. CAUSAL
d. Eu andava tão faminta como se não comesse há dias.
O.S. ADV. COMPARATIVA
e. "Embora lhes custe acreditar, o visconde, em pessoa, tinha a sua taberna no centro da vila."
O.S. ADV. CONCESSIVA
f. Se acabasse com aquelas fofocas, eu acreditaria na sua discrição.
O.S. ADV. CONDICIONAL
g. Caminhavam cabisbaixos os dois irmãos como se carregassem a maior tristeza do mundo.
O.S. ADV. COMPARATIVA
h. "Embora fosse talvez o estudante mais pobre, tomei a defesa dos fidalgos".
O.S. ADV. CONCESSIVA
i. Os mendigos foram encaminhados ao albergue a fim de que ficassem protegidos do frio intenso.
O.S. ADV. FINAL
j. Quando tocou a campainha, sentiu logo os passos pelo corredor.
O.S. ADV. TEMPORAL
1. Ventou tanto que as telhas caíram.
O.S. ADV. CONSECUTIVA
m. Se não somos donos de nós mesmos, então quem será?
O.S. ADV. CONDICIONAL
n. À medida que íamos falando, mais o diretor se sentia envaidecido.
O.S. ADV. PROPORCIONAL
o. Tudo saiu conforme o previsto.
O.S. ADV. CONFORMATIVA
p. Visto que houvesse carência de informações, quase se desconheciam os riscos provocados pelas usinas nucleares
O.S. ADV. CAUSAL
a. A fome obriga o bandido a deixar o mato, como obriga as aves a emigrarem... (C. H. Cony)
O. S. ADV. COMPARATIVA
b. Se a olhava quando fazia tricô, Amália errava o ponto. (D. Trevisan)
O. S. ADV. CONDICIONAL
c. Uma mangueira vive em média cem anos, desde que lhe dêem condições ideais: espaço e podas técnicas. (Istoé)
O. S. ADV. CONDICIONAL
d. Como eu ia dizendo, homem é fraco e mulher é forte, fortíssima. (A. Prado)
O. S. ADV. CONFORMATIVA
e. Conhecíamo-la, posto não tivéssemos encontros secretos. (M. Assis)
O. S. ADV. CONCESSIVA
f. O crescimento do número de curandeiros foi tão grande na Alemanha Ocidental nos últimos anos, que já começa a causar sérias preocupações às autoridades.
O. S. ADV. CONSECUTIVA
g. Embora fossem inimigos, os portugueses e tupinambás não deixavam de entrar em negócios.
O. S. ADV. CONCESSIVA
h. Seu Lima ficou em minha vida como um símbolo.
O. S. ADV. COMPARATIVA
i. Quando estou folgado, subo e desço as ruas da vizinhança, olhando os meninos no futebol O. S. ADV. TEMPORAL
j. Ao chegar ao cercado, gritávamos, para que o velho se escondesse. (R. Queiroz)
O. S. ADV. FINAL
A coisa foi tão inesperada que o juiz de paz olhou desconfiado para o filho.
l. O. S. ADV. CONSECUTIVA
m. O amor, a adoração, o culto das árvores são indiscutivelmente mais sábios que a atual fúria devastadora dos inimigos do verde. (Leitura)
O. S. ADV. COMPARATIVA
n. Não ia fazer nada sozinho, que eu não sou bobo.
O. S. ADV. CAUSAL
o. Recife, como Paris, era uma festa. (Nosso Século)
O. S. ADV. COMPARATIVA
4 
a) CAUSA
b) COMPARAÇÃO
c) CONFORMIDADE
d) CONFORMIDADE
e) CAUSA
f) COMPARAÇÃO
g) CONFORMIDADE

Nenhum comentário:

Postar um comentário