segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Introdução às Orações subordinadas substantivas

Observe os períodos abaixo para responder às questões que seguem:
           
a. (    ) É fundamental o aproveitamento científico do lixo.
b. (    ) O major exigia obediência ao horário.
c. (    )  O inquilino não aceitou o aumento do aluguel.
d. (    ) O pai insistia no castigo ao filho.
e. (    ) Nosso receio era a chuva na hora do churrasco.
f. (    ) Minha expectativa era a devolução dos livros emprestados.
g. (    ) Renato estava ansioso pelo conserto da torneira.
h. (    ) Não estávamos convencidos da superioridade dos portugueses sobre os Índios.
i. (    ) Só esperávamos uma coisa: a chegada do aniversariante.
j. (    ) Soube apenas agora do acidente com o trem.
k. (    ) Ele estava certo da falha do avião.
l. (    ) Todos desculparam sua falha.
m. (    ) Cremos na sua honestidade.
n. (    ) Desagradou-nos a visita de Manuela.
o. (    ) Seria reprovável sua desistência da luta.
p. (    ) Seu grande medo era o grito daquele menino.
q. (    ) Quero garantias de seu envolvimento com o trabalho.
r. (    ) Nós pedimos silêncio.

1. Os períodos das orações acima são simples ou compostos? Justifique.

2. A que classe de palavras pertencem os núcleos dos termos em destaque?

3. Classifique os termos em destaque, de acordo com o seguinte código:
(A) sujeito                                                         (D) complemento nominal
(B) objeto direto                                               (E) predicativo do sujeito
(C) objeto indireto                                            (F) aposto

4. Transforme os termos em destaque em orações, fazendo com que os períodos simples passem a compostos, usando a conjunção QUE como conectivo.

5. As orações que formam os novos períodos são subordinadas ou coordenadas? Justifique.